O ator e comediante norte-americano, Robin Williams, foi encontrado morto esta segunda-feira, avança a agência Reuters.

Morte do ator Robin Williams emociona Hollywood

Williams tinha 63 anos e foi encontrado na sua casa no norte da Califórnia, em circunstâncias que indicam suicídio.

A divisão forense da polícia de Marin, na Califórnia, suspeita de uma morte por asfixia, mas só uma investigação mais detalhada poderá confirmar a causa da morte.

Segundo o portal «Kron 4», o ator terá sido encontrado sem vida, esta segunda-feira, por volta do meio dia (hora local), tendo sido visto pela última vez às 22 horas de domingo.

A polícia vai realizar mais exames nesta terça-feira.



Segundo o «Entertainment Weekly», que cita o agente do ator, Robin Williams estava a «combater uma severa depressão».

No mês de julho, Williams tinha visitado um centro de alcoólicos no Estado do Minnesota, aparentemente para «recarregar», segundo o seu agente, depois de 18 meses de luta contra o vício do álcool.

O ator tinha quebrado 20 anos de sobriedade de luta contra o alcoolismo.



Robin McLaurin Williams nasceu a 21 de julho de 1951, em Chicago, nos EUA. Estudou ciências políticas por um breve período, antes de ingressar na escola de teatro «Juilliard School». Seguiram-se as atuações em bares, onde foi descoberto e escolhido para um papel num episódio da série Happy Days (1974).

Williams interpretou Mork, que originaria o spin-off (série derivada de outra série) Mork & Mindy (1978).

O ator também se destacou no drama, e recebeu o óscar para melhor ator secundário pelo seu papel em «O Bom Rebelde» (1997).

Um dos seus últimos trabalhos foi a série da CBS «The Crazy Ones», onde Williams interpretou um diretor de uma agência de publicidade.