Leonard Nimoy, o ator norte-americano que ficou conhecido por ter interpretado o Capitão Spock na série e filmes «Star Trek», morreu esta esta sexta-feira em Lon Angeles, aos 83 anos.

Segundo o «New York Times», a mulher do ator foi quem confirmou a sua morte, que terá sido provocada por uma avançada doença pulmonar obstrutiva crónica.

Nimoy tinha anunciado a doença no ano passado, a qual atribuiu ao tabagismo, apesar de ter deixado o hábito há cerca de 30 anos.

Além de ator, Nimoy foi também poeta, fotógrafo, músico e realizador. No entanto, foi a famosa série criada nos anos 60 que o tornou um ícone da TV norte-americana.

O seu trabalho como realizador inclui dois filmes da saga «Star Trek», «Star Trek III: The Search for Spock» (1984) e «Star Trek IV: The Voyage Home» (1986), e a bem-sucedida comédia «Três homens e um bebé».

Mais recentemente, Nimoy interpretou o personagem «William Bell», na série de ficção científica «Fringe» (2009-2012), teve uma participação especial na série «A Teoria do Big Bang» e «ressuscitou» o personagem «Spock», em 2013, numa participação especial no filme «Star Trek Into Darkness» de J.J. Abrams.

Nimoy recebeu quatro nomeações aos «Emmy» durante a sua carreira, três pelo seu trabalho em «Star Trek», mas nunca ganhou.

O ator lançou duas autobiografias, ambas relacionadas com o famoso personagem: «I Am Not Spock» («Eu não sou o Spock») em 1977 e «I Am Spock» («Eu sou o Spock») em 1995.