Graham Stark, ator de vários filmes da saga «A Pantera Cor-de-Rosa», morreu na terça-feira, em Londres, aos 91 anos. Segundo a BBC News, o humorista britânico tinha sofrido um acidente vascular cerebral recentemente.

Depois de um começo de carreira na rádio e na televisão, em programas de comédia, durante a década de 1950, Stark deu o salto para o grande ecrã.

A amizade com Peter Sellers (de quem foi padrinho em quatro casamentos) assegurou-lhe vários pequenos papéis em filmes como «Um Tiro Às Escuras», «O Regresso da Pantera Cor-de-Rosa» (1964), «The Pink Panther Strikes Again» (1976), «A Vingança da Pantera Cor-de-Rosa» (1978), «Na Pista da Pantera» (1982), «A Maldição da Pantera» (1983) e «O Filho da Pantera Cor-de-Rosa» (1993).

«Casino Royale» (1967), uma paródia aos filmes do agente secreto James Bond, «Super-Homem 3», e «Victor/Victoria» (1982) foram outros dos mais de cem produções em que Graham Stark participou no cinema como ator.

O humorista realizou também dois filmes: a curta-metragem «Simon Simon», em 1970, e a comédia «The Magnificent Seven Deadly Sins», em 1971. A sua autobiografia, «Stark Naked», foi lançada em 2003.