A atriz norte-americana Lauren Bacall morreu esta terça-feira aos 89 anos. Não resistiu a um acidente vascular cerebral.

«Com profundo pesar, e profunda gratitude pela sua vida fantástica, confirmamos a morte de Lauren Bacall», confirmou fonte da família numa conta do Twitter, sefundo cita a agência Reuters.

Lauren Bacall, nome artístico de Betty Joan Perske, foi uma das atrizes mais importantes da era de ouro de Hollywood. Ficou conhecida no cinema e teatro pela sua voz rouca e sensual.



A atriz nasceu em Nova Iorque a 16 de setembro de 1924, estudou na American Academy of Dramatic Arts, através da qual conseguiu os seus primeiros trabalhos como atriz.

Lauren Bacall foi considerada uma das mulheres mais bonitas do cinema. Foi modelo, e conseguiu ser capa da «Harper's Bazaar», conquista que captou os olhares da mulher do famoso realizador Howard Hawks, que a convidou para uma audição. O resultado foi a sua primeira participação num filme, com apenas 19 anos, na longa-metragem «Ter ou não ter» (1944), onde contracenou com Humphrey Bogart, com quem viria a casar-se no ano seguinte e de quem teve dois filhos.



Na lista dos melhores filmes, Lauren Bacall está quase sempre ao lado de Humphrey Bogart. Por exemplo, a lista do Internt Movie Data Base (IMDB) tem à cabeça «À Beira do Abismo» (1946), onde acabou por cair nos braços do detetive Philip Marlove, ou seja, Bogart, o seu grande amor. «Toda a gente podia ver o amor de ambos ali mesmo, em celulose. Ele foi o grande amor da vida dela e ela o dele», descreveu o filho Stephen Bogart, numa entrevista à revista «People».

Humphrey Bogart morreu de cancro no esófago em 1957, deixando-a viúva aos 33 anos. Na autobiografia que lançou cedo, em 1978, intitulada «Lauren Bacall: By Myself», revela que foi paixão logo na primeira cena, quando se apoiou no queixo dele para segurar a sua cabeça que tremia.



Lauren Bacall teve depois um caso amoroso com Frank Sinatra, que não lhe deixou boas memórias, conforme veio posteriormente a revelar. Veio a casar-se novamente com outra estrela de Hollywood, Jason Robards, de quem se separou ao fim de 12 anos devido ao alcoolismo dele. Deste casamento nasceu-lhe o terceiro filho, Sam Robards.

Os seus trabalhos mais recentes incluem «Politicamente Incorreto» (1996) e «O Castelo Andante» (2004).

Lauren ficou em sexto lugar na lista da «Empire Magazine» das 100 atrizes mais sexy da história do cinema. Um prémio a que juntaram dois reconhecidos Tony Awards, o primeiro pelo musical da Broadway «Applause» (1970) e o segundo pela prestação na peça de teatro «Woman of the Year» (1981). Nunca ganhou um Óscar, mas chegou a ser nomeada da Melhor Atriz Secundária pela sua prestação em «The Mirror Has Two Faces», em 1996. A Academia de Hollywood entregou-lhe um Óscar Honorário em 2010.