Um encontro de tributo ao ator Paul Walker, falecido no mês passado, terminou da pior forma quando um condutor não identificado incendiou o próprio carro, depois de 20 minutos a acelerar à máxima rotação possível.

Segundo o «Daily Mail», o acidente ocorreu no parque de estacionamento de um centro comercial em Aberdeen, Escócia, onde várias pessoas se concentraram para relembrar e prestar tributo à estrela dos filmes «Velocidade Furiosa».

O homem esteve a acelerar o carro em rotação máxima, durante cerca de 20 minutos, o que provocou um sobreaquecimento do motor do veículo que se incendiou de seguida.

Um dos conselheiros da câmara de Aberdeen, Andrew May, já condenou o ato irresponsável do condutor.

«Eu não consigo entender o que levaria uma pessoa a fazer algo assim. Se o carro pertencia ao responsável, ainda bem. Talvez tenha aprendido uma lição», disse May.

«É ridículo que alguém esteja a acelerar tanto tempo. (..) Devido ao aquecimento excessivo e ao comportamento estúpido da sua parte [do condutor], o carro infelizmente incendiou-se. Foi tudo culpa dele», acrescentou o conselheiro.