Um novo filme protagonizado por Elijah Wood foi banido do circuito comercial na Nova Zelândia, noticia a BBC News. O remake de «Maniac» não poderá ser exibido nos cinemas neozelandeses nem vendido em DVD, depois da autoridades do país terem considerado que a «violência gráfica» do filme poderá «prejudicar» o público em geral.

Esta nova versão de um dos clássicos do cinema de terror dos anos 1980 conta a história de um psicopata (Elijah Wood) que assassina prostitutas de forma macabra.

A única exceção à proibição da exibição em território neozelandês acontecerá nas quatro sessões que farão parte do Festival Internacional de Cinema da Nova Zelândia, em Auckland e em Wellington, a partir de 27 de julho.

A produtora do filme, a Monster Pictures, já criticou publicamente a decisão das autoridades da Nova Zelândia, lembrando que «Maniac» foi exibido em alguns dos mais conhecidos festivais de cinema, como o de Cannes.

«"Maniac" é um dos melhores filmes de terror dos últimos anos, tal como a seleção para o festival de Cannes, em 2012, sugere. Proibir o filme fora do circuito de festivais é um insulto à inteligência da população adulta da Nova Zelândia e pouco mais faz do que incitar abertamente à pirataria do filme», reclamou Neil Foley, representante da produtora.

Na justificação do gabinete neozelandês responsável pela classificação de filmes e obras literárias é referido que «a natureza do filme na perspetiva da primeira pessoa, aliado ao comportamento psicopata do ator Elijah Wood é mais do que perturbador» e poderá ser «potencialmente perigoso» se for visto «pelas pessoas erradas».