Gianfranco Rosi é o mais recente vencedor do Leão de Ouro do festival de Veneza e está em Portugal com o seu filme, «Sacro GRA», a convite do Lisbon & Estoril Film Festival.

Ao Cinebox, o cineasta italiano recordou «a surpresa» que foi ganhar o prémio máximo em Veneza, num dos mais prestigiados festivais de cinema do mundo.

«Já foi uma surpresa estar em competição, mas foi importante para mim estar em competição com um documentário porque já é altura que certos filmes quebrem a divisão entre o documentário e a ficção», explicou Rosi.

E aquele que foi o primeiro documentário da História a conquistar um Leão de Ouro, gira à volta do chamado Grande Raccordo Anulare, também conhecido como GRA.

«É a maior autoestrada urbana da Europa, porque rodeia Roma ao longo de 67 quilómetros, mas é como se fosse uma muralha, basicamente. E, lentamente, ao longo dos últimos 50 anos, três milhões de pessoas passaram a viver à volta desta estrada. De certa forma é a nova Roma», disse.

Outro dos destaques do primeiro fim-de-semana do Lisbon & Estoril Film Festival foi «Jimmy P.», o mais recente filme de Arnaud Desplechin, com Mathieu Amalric e Benicio Del Toro, sobre a relação de um índio norte-americano - veterano da Segunda Guerra Mundial, com stress pós-traumático - e um psicanalista francês.

Desplechin contou ao Cinebox que este é «um filme sobre a amizade, uma história muito simples»: «É um filme direto. Posso usar o título de um filme do David Lynch de que gosto muito: "Uma História Simples". É um filme que é simples, que vai direito ao assunto!».

E para Desplechin, que também está em Portugal, disponível para falar com o público, e é um dos mais conceituados realizadores franceses da atualidade, este foi o primeiro filme falado em inglês.

Sobre o trabalho com Benicio Del Toro, o cineasta francês disse que «foi muito fácil». «Ele é um homem delicioso, é um grande artista, e o filme é um encontro destes dois universos: a forma de interpretar americana e a forma de interpretar francesa. E o choque entre os dois filmes foi magnífico e muito fácil de filmar», explicou.

«Sacro GRA» e «Jimmy P.» são dois destaques do Lisbon & Estoril Film Festival, que continua até dia 18 de novembro.