Os cinemas portugueses perderam este ano nove milhões de euros de receita de bilheteira e cerca de 1,4 milhões de espetadores, comparando com os mesmos 11 meses de 2012, revelou hoje o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

Segundo as estatísticas mensais do ICA, entre janeiro e novembro deste ano venderam-se 10.966.908 bilhetes de cinema, totalizando 57,3 milhões de euros de receita bruta de bilheteira.

No mesmo período de 2012, os valores rondavam os 12,4 milhões de bilhetes e os 66,3 milhões de euros de receita de bilheteira.

Só no mês de novembro, a quebra tanto de espetadores como de receitas é superior a 20 por cento, comparando com novembro de 2012.

Este ano, junho foi o único mês a obter resultados positivos, comparando com 2012.

De acordo com o ICA, a Zon Lusomundo mantém-se líder nas exibições de cinema, mesmo que tenha registado quebras de 3,5 por cento nas receitas (para 26,8 ME) e de 0,6 por cento nos espetadores (para 6,9 milhões).

A tabela das exibidoras inclui a empresa brasileira Orient Cineplace, que até novembro reabriu 54 salas de cinema anteriormente exploradas pela Socorama, que abriu falência.

A Orient Cineplace registou este ano cerca de um milhão de euros de receita bruta de bilheteira e cerca de 183 mil espetadores.

Até ao final de novembro, foram entregues no ICA cópias de 19 filmes que foram apoiados pelo organismo, um decréscimo de 48,6 por cento comparando com 2012, em que tinham sido entregues 37 filmes.