O resultado final da autópsia ao corpo de Cory Monteith confirmou que o ator foi vítima de uma overdose acidental de drogas duras, noticia a BBC News.

Segundo o relatório agora revelado, Monteith estava «moderadamente alcoolizado» e tinha no organismo substâncias como morfina, codeína e heroína - uma mistura fatal que vitimou o ator a 13 de julho, aos 31 anos.

Cory Monteith tinha um historial de uso de drogas desde a adolescência e passou os primeiros meses deste ano numa clínica de reabilitação para o tratamento da dependência de drogas.

O facto de ter deixado de consumir as substâncias ilegais durante um longo período terá mesmo piorado a sua tolerância às mesmas assim que teve uma recaída.

No dia 13 de julho, o ator canadiano foi encontrado sem vida num quarto de hotel em Vancouver. Junto do corpo, a polícia encontrou duas garrafas de champanhe vazias, uma seringa e uma colher com vestígios de heroína.

Monteith foi homenageado durante a recente gala dos Emmy Awards, e, na próxima semana, terá um episódio de «Glee» - série de TV em que participava desde a criação, em 2009 - dedicado exclusivamente à sua memória.