«O Clube de Dallas», «A Vida de Adèle», «Kill Your Darlings», «Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos» e «Filomena» são os cinco nomeados ao prémio de Melhor Filme do Ano (de grande distribuição), atribuído pela GLAAD, associação que defende e promove a comunidade gay, lésbica e transsexual nos EUA.

Para a GLAAD, estes são as cinco longas-metragens de ficção que melhor representaram a homossexualidade e o transgénero no cinema em 2013.

Em «O Clube de Dallas», Jared Leto interpreta o papel de uma prostituta transsexual seropositiva, num filme sobre a história verídica de Ron Woodroof (Matthew McConaughey), o homem que desafiou as autoridades norte-americanas para facilitar o acesso de doentes de sida a medicamentos não autorizados nos EUA.



«A Vida de Adèle», vencedor da Palma de Ouro no festival de Cannes, em 2013, acompanha a descoberta da sexualidade de uma adolescente e o preconceito sofrido por ser lésbica.



Os GLAAD Awards serão entregues a 12 de abril, numa cerimónia em Los Angeles, e distinguiram as produções e artistas no mundo do espetáculo, cinema, música, televisão e informação que abordam os temas da homossexualidade e transgénero de forma verdadeira e dignificante.

Os nomeados para os GLAAD Awards nas categorias de cinema:

Melhor Filme (de grande distribuição)

- «O Clube de Dallas»

- «A Vida de Adèle»

- «Kill Your Darlings»

- «Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos»

- «Filomena»

Melhor Filme (de pequena distribuição)

- «Concussion»

- «Geography Club»

- «Out in the Dark»

- «Reaching for the Moon»

- «Yossi»

Melhor Documentário

- «Bridegroom»

- «Call Me Kuchu»

- «God Loves Uganda»

- «The New Black»

- «Valentine Road»