A cabeça do cineasta Friedrich Wilhelm Murnau, realizador do famoso clássico expressionista do cinema alemão  Nosferatu (1922), foi roubada do jazigo de família no cemitério Stahnsdorf, em Berlim.
 

“Recebemos esta notícia de forma incrédula. Não faz sentido”, disse esta quarta-feira o diretor administrativo da fundação Friedrich Wilhelm Murnau, Ernst Szebedits.


De acordo com o jornal Bild, o crime ocorreu entre 4 e 12 de julho.  A polícia não descarta a possibilidade de o roubo estar relacionado com práticas ocultistas, sendo que os ladrões deixaram intactos os caixões dos irmãos de Murnau, que se encontravam no mesmo túmulo. 

Murnau é considerado um dos mais importantes realizadores do cinema mudo. O cineasta nasceu em 1888 e celebrizou-se com o clássico Nosferatu - Uma Sinfonia de Terror, que estreou em 1922. O realizador morreu em 1931, com 42 anos, num acidente de viação na Califórnia, tendo sido sepultado na Alemanha.