Não podia haver melhor cenário do que a capital britânica para a antestreia mundial de «Thor: O Mundo das Trevas», já que boa parte parte do filme se passa, precisamente, em Londres.

A nova aventura do herói nórdico é a sequela do filme de 2011, mas também funciona como sequela de «Os Vingadores». Uma interligação que já tinha sido experimentada com outros «franchises» da Marvel, como por exemplo «Homem de Ferro», e que parece estar a agradar aos fãs.

Em entrevista exclusiva ao Cinebox, Chris Hemsworth - o Thor no grande ecrã -, disse que esta foi uma ideia «genial» da Marvel.

«[É uma coisa que] nunca tinha sido feita antes. Penso que quando eles começaram a pensar nisso, em embarcar nesta viagem, toda a gente dizia: "São loucos, nunca vão conseguir". E fazer parte do que eles acabaram por conseguir fazer é incrível», explicou o protagonista de «Thor: O Mundo das Trevas».

Desta vez, uma nova força das trevas obriga Thor a pedir ajuda àquele que, até agora, foi sempre o seu maior inimigo, mas que, no fim de contas, é o seu irmão.

«Nos primeiros dois filmes, o Thor e o Loki eram inimigos. Mas neste filme, Malekith - que é interpretado pelo Christopher Eccleston, é que é o vilão. E, por isso, eu tenho a oportunidade de interpretar o papel do "braço direito" problemático do herói», contou Tom Hiddleston, que volta a vestir a pele de Loki, irmão de Thor.

Mas se a relação entre os dois irmãos se torna mais complexa, a relação entre Thor e Jane Foster também se depara com alguns problemas próprios de um romance entre um deus e uma humana - que, afinal, já não estavam juntos desde o primeiro filme.

«As pessoas percebem as relações à distância, mas esta é uma relação interplanetária, entre dimensões», afirmou Natalie Portman.

«Infelizmente, a maior parte das mulheres sabe como é quando um homem fica de ligar e não liga! Ou quando não quer o mesmo tipo de contacto. Penso que há muitas semelhanças com a realidade na forma como esta relação é compreendida.»

«Thor: O Mundo das Trevas» já está em exibição nas salas de cinema em Portugal.