É na próxima semana que chega aos cinemas portugueses «A Gaiola Dourada», uma comédia luso-gaulesa que em França já foi vista por 1,5 milhões de pessoas.

Realizado por Ruben Alves, o filme conta a história de um casal de emigrantes portugueses, a viver há 30 anos em Paris, que herda uma casa em Portugal.

Mais do que o dilema entre regressar ao país de origem ou ficar na terra que os recebeu e onde formaram família, «A Gaiola Dourada» surge em jeito de «homenagem à emigração», disse à TVI o ator Joaquim de Almeida, que aqui interpreta o papel do pai, José.

«A comunidade portuguesa em França é conhecida por trabalhar muito, por se esforçar muito, são pessoas que querem ser sempre os melhores naquilo que fazem», acrescentou Rita Blanco, a mãe, Maria.

Filho de pais portugueses, o luso-francês Ruben Alves admitiu que as personagens principais do seu filme foram criadas a partir da realidade que ele próprio tão bem conhece.

«É muita observação de 30 e tal anos de família, (...) inspirado muito nos meus pais. As personagens da Rita e do Joaquim têm muito a ver com os meus pais», disse o realizador à TVI.

«A Gaiola Dourada» estreia em Portugal no próximo dia 1 de agosto.