Cineastas, programadores, críticos, académicos e amantes da sétima arte voltam a reunir-se no Fundão, entre sexta-feira e domingo, na quinta edição dos Encontros Cinematográficos, iniciativa organizada pelo município e pela associação Luzlinar.

«Durante três dias, num ambiente informal, propomos seis filmes, muitas conversas e duas ‘master classes’, desejando assim estimular a construção de um diálogo ente diferentes cinematografias», anuncia a organização à Lusa.

Na programação, além da exibição dos filmes selecionados, está prevista a interação entre público e convidados, com destaque para os cineastas Andrea Tonacci, Víctor Erice e Vítor Gonçalves, que estarão acompanhados por Sérgio Alpendre, Pedro Costa e José Manuel Costa, bem como por Vasco Diogo, Luís Nogueira, Luís Miguel Oliveira e Manuel Modos.

A sessão de abertura está marcada para as 21:00 no auditório d'A Moagem Cidade do Engenho e das Artes e contará com a presença de Luís Miguel Oliveira, seguindo-se a apresentação do filme «Já Visto Jamais Visto», a cargo do próprio autor, Andrea Tonacci.

«Sérgio Alpendre, crítico de cinema, professor e investigador, vai conversar com Andrea após as projeções do seu filme e também de ‘Tatakox - Aldeia Vila Nova’ da comunidade Maxakali Aldeia Nova do Pradinho, que este elegeu para apresentar», referem os promotores.

No sábado, às 15:30, serão exibidos os três últimos filmes de Victor Erice: «Alumbramiento», «La Morte Rouge» e «Vidros Partidos».

Posteriormente, às 17:00, Victor Erice e Pedro Costa estabelecem conversa, sendo que às 21:00 também será apresentado o filme «Cavalo Dinheiro» da autoria de Pedro Costa.

No domingo, o encontro está marcado para as 14:30, com Vítor Gonçalves a apresentar a sua última longa-metragem «Vida Invisível».

A conversa da tarde (16:30) será entre este autor e o diretor da Cinemateca Portuguesa, Vítor Gonçalves e, logo de seguida, às 18:00, será projetado o filme «A Desaparecida», de John Ford.

A sessão de encerramento decorrerá às 21:00 e contará com a presença de Manuel Mozos, Luís Nogueira e Vasco Diogo, que se reúnem numa conversa informal com todos os presentes.

Além disso, nas manhãs de sábado e domingo, Andrea Tonacci e Sérgio Alpendre realizam uma ‘master classe’, que terá lugar no anfiteatro da parada, nas instalações da Universidade da Beira Interior, na Covilhã.