A atriz Dalila Carmo e o ator Ângelo Torres foram considerados os melhores intérpretes do cinema português de 2012 pela cooperativa GDA, de gestão de direitos dos artistas,anunciou esta terça-feira a Lusa.

De acordo com a cooperativa, Dalila Carmo foi eleita a melhor atriz principal de 2012, pelo papel desempenhado em «Florbela», de Vicente Alves do Ó, filme biográfico sobre a poetisa Florbela Espanca.

Ângelo Torres foi eleito o melhor ator secundário de 2012, pela participação na longa-metragem «Estrada de Palha», um «western» português de Rodrigo Areias, com a narrativa a situar-se entre o regicídio e a implantação da República.

Os premiados receberão um prémio monetário de 3.000 e 2.000 euros, respetivamente no dia 29 de julho no Teatro da Trindade, em Lisboa.

O júri que escolheu os vencedores integrou João Perry, André Gago e José Martins.

O Prémio Autores de Cinema, destinge um ator principal e um em papéis secundários - foi criado pela fundação GDA em 2007 para «promover, valorizar e distinguir anualmente o trabalho dos atores e das atrizes de nacionalidade ou língua portuguesa, no formato cinema».