A trilogia "As mil e uma noites", de Miguel Gomes, está selecionada para a competição oficial do Festival de Cinema Europeu de Sevilha, em novembro, anunciou esta quarta-feira a organização.

O festival, cuja 12ª edição decorrerá de 6 a 14 de novembro, revelou hoje os primeiros filmes a integrar a competição oficial. Entre eles está "As mil e uma noites", filme de Miguel Gomes sobre Portugal.

A competição deste festival espanhol, dedicado ao cinema europeu, integra ainda "The Lobster", do grego Yorgos Lanthimos, "Tale of Tales", do italiano Matteo Garrone, "Under Electric Clouds", do russo Alexei German Jr. Philippe Garrell e Louis Garrel, pai e filho, competirão no festival com os filmes "In the shadow of women" e "Two Friends", respetivamente.

"As mil e uma noites", de Miguel Gomes, inspira-se na estrutura dos contos populares homónimos, narrados pela rainha Xerazade, para falar sobre a realidade portuguesa contemporânea, marcada pelo desemprego e austeridade.

O filme, com mais de seis horas de duração, divide-se em três partes: "O inquieto", estreado em agosto, "O desolado", que chega aos cinemas portugueses na quinta-feira, e "O encantado", que se estreia a 08 de outubro.

"O desolado" foi proposto pela Academia Portuguesa de Cinema para uma nomeação para os Óscares, na categoria de melhor filme estrangeiro, e para os Prémios Goya, de Espanha, para melhor filme ibero-americano.

A trilogia está também nomeada em cinco categorias dos Prémios Fénix, que distinguem obras e realizadores da América Latina, Portugal e Espanha.

Nos próximos meses, os filmes integrarão pelo menos uma dezena de festivais e terão estreia comercial em cerca de trinta países.