O filme «The Interview - Uma entrevista de loucos», de Seth Rogen e Evan Goldberg, que causou polémica entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, não terá estreia comercial em sala em Portugal, revelou a distribuidora Nos.

Em comunicado, a empresa explica que o filme ficará disponível apenas para aluguer pago em videoclube, da NOS, a partir do dia 27.

«The Interview - Uma entrevista de loucos» é uma paródia protagonizada por Seth Rogen e James Franco, no papel de dois jornalistas que têm como missão assassinar o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, a mando dos serviços secretos norte-americanos.

No verão de 2014, a Coreia do Norte ameaçou com uma "retaliação impiedosa" contra os Estados Unidos se o filme estreasse nos cinemas e a partir daí a polémica tomou proporções para lá da indústria cinematográfica, com ataques informáticos, sanções e censuras.

Os estúdios de cinema Sony Pictures foram alvo de um ataque informático em novembro, cuja autoria foi atribuída à Coreia do Norte.

O ataque paralisou o sistema informático da empresa e incluiu a difusão na Internet de cinco filmes dos estúdios, alguns ainda por estrear, de dados pessoais de 47 mil empregados, de documentos confidenciais.

O filme acabou por ser distribuído através de serviços de vídeo online e numa rede de salas mais restrita nos Estados Unidos, mas a polémica gerada não impediu que a Sony Pictures tivesse batido recordes de receitas.

Por causa do ataque informático e em resposta às «muitas provocações [de Pyongyang]», os Estados Unidos reforçaram as sanções à Coreia do Norte, em defesa «das empresas e dos cidadãos norte-americanos».