O Festival de Cinema de Cannes, em França, está envolto em polémica depois de ter sido noticiado que algumas mulheres foram afastadas da passadeira vermelha por usarem sapatos rasos em vez de saltos altos. As mulheres, que as notícias dizem ser idosas com problemas físicos, tinham ido assistir à estreia mundial, no domingo, do novo filme de Cate Blanchett, “Carol”.


Josh Brolin, Emily Blunt, Denis Villeneuve e Benicio Del Toro em Cannes (Foto: REUTERS)


De acordo com o jornal britânico “The Guardian”, a atriz Emily Blunt está entre as estrelas de Hollywood que já se pronunciaram sobre a alegada medida, classificando-a como "muito desapontante".
 
Os três homens que acompanharam Emily Blunt, esta terça-feira, durante uma sessão fotográfica, o realizador Denis Villeneuve e os atores Benicio del Toro e Josh Brolin, já ameaçaram mesmo calçar sapatos de salto alto para as sessões desta terça-feira à noite. 
 
 
De acordo com o site Screen Daily, que difundiu a notícia, o Festival de Cannes confirmou que era obrigatório o uso de saltos altos na passadeira vermelha. Mas o diretor do festival desmentiu e disse que os rumores eram "infundados".  
 

"Para as escadas, os regulamentos não mudaram: 'não fumar, vestuário formal’.  Não há menção ao tamanho dos saltos", disse Thierry Fremaux, na rede social Twitter.

 

No site do evento, uma nota sobre o  dress code parece confirmar as declarações de Fremaux.
 

 "Fato escuro/vestido de noite obrigatório para as galas de visualização de filmes", diz o site, sem qualquer referência aos sapatos.  


O Screen Daily noticiou a situação depois de uma fonte a que chama "um habitual do Festival de Cannes" ter contado que uma mulher que calçava sabrinas com diamantes incrustados ter visto a entrada negada por causa do calçado.
 

"Alguém que eu conheço foi bloqueado por usar umas agradáveis sabrinas, nada do que se levaria para a praia. Eles [organização] estão parados nos anos 50: disseram-lhe que ela podia ir comprar outros sapatos e voltar”, referiu a fonte.


Asif Kapadia, cujo documentário sobre  Amy Winehouse foi exibido no festival a semana passada, também contou, no Twitter, que a mulher foi interrogada sobre os sapatos baixos, ainda que a entrada no evento tenha sido autorizada.