Dois anos depois de a Lions Gate ter lançado o último filme da saga «Twilight», o estúdio e Stephenie Meyer, autora da série, decidiram pegar novamente na história. Desta vez, utilizando o Facebook e criando pequenos filmes.

«Acreditamos que o Facebook é uma excelente forma de introduzir ao mundo uma nova audiência de ‘Twilight’», disse Michael Burns, vice-presidente da Lions Gate, numa entrevista ao The New York Times.

Os minifilmes, «The Storytellers — New Creative Voices of ‘The Twilight Saga’», serão financiados pela Lions Gate e pelos seus parceiros de produção. Vão ser exibidos, exclusivamente no Facebook, já no próximo ano.

Os filmes e os participantes serão escolhidos por um painel de mulheres, que inclui a atriz Kristen Stewart e a autora, revelou a Lions Gate.

A autora não quis adiantar pormenores sobre o regresso de «Twilight», mas realçou a falha de Hollywood quanto à diferença de géneros. «A voz feminina é algo que se foi tornando cada vez mais importante para mim desde que trabalho na indústria do cinema», contou ao jornal americano.

Enquanto os fãs aguardam o reaparecimento da saga, Hollywood já declarou sem dúvidas que se irá focar no componente do Facebook. Mostra-se que as redes sociais podem ser mais do que uma plataforma para «trailers», pode ser que no futuro incluam a distribuição de filmes completos.

Foram vendidas mais de 120 milhões de cópias por todo o mundo dos quatro livros de Meyer. Os cinco filmes – o último livro foi dividido em dois – fizeram cerca de 2 mil e oitocentos milhões de euros.