O discurso de final de ano da Universidade de Harvard contou com Natalie Portman como oradora. A atriz vencedora de um Óscar, antiga estudante da instituição, marcou o discurso deste ano por uma simples afirmação:

"Não me importava se a universidade ‘arruinasse’ a minha carreira. Prefiro ser inteligente a ser uma estrela".


Licenciada em Psicologia pela Universidade de Harvard, Natalie Portman afirmou ainda que, apesar de ser avessa a arriscar, correr riscos é, por vezes, a origem das melhores oportunidades de uma vida

“O risco proporcionou-me as melhores conquistas pessoais e profissionais. Mas se eu tivesse sabido das minhas próprias limitações, nunca teria arriscado”, confessou.


Num discurso sincero, a atriz confessou que, atualmente, ainda tem medos que a travam quando tem de arriscar. 

“Hoje sinto-me como quando cheguei a Harvard pela primeira vez, em 1999. Quando entrei pensei que tinha cometido um erro, que não era suficientemente inteligente para estar aqui”, afirmou a atriz de 33 anos que enquanto se licenciava em Harvard dividia o seu tempo com a sua carreira como atriz, fator pelo qual recebeu várias críticas.


Natalie explicou ainda que enquanto estudou em Harvard se deixava intimidar com facilidade pela inteligência dos colegas e que sempre lhes tentou demonstrar que não era apenas uma simples atriz.

“Cada vez que abria a boca, tentava mostrar que não era apenas uma atriz idiota”, afirmou.