O ator britânico Christopher Lee morreu, este domingo, aos 93 anos, depois de três semanas internado no hospital Chelsea e Westminster, em Londres, onde estava a receber tratamento para problemas cardíacos e respiratórios, avança a imprensa britânica, que cita a família.

A esposa do ator, com quem foi casado mais de 50 anos, quis esperar uns dias até divulgar a notícia, para primeiro poder informar os familiares.

Nascido em 1922, Lee teve uma longa carreira como ator, iniciada em 1948, e tornou-se uma cara conhecida logo nos anos 50 e 60 ao entrar em várias "longas" da produtora de filmes “Hammer”, como “A Máscara de Frankenstein” (1957), onde interpretou o monstro de Frankenstein, e a série de filmes “Drácula”, onde interpretou o icónico vampiro. Mais recentemente, Lee voltou à ribalta, ao entrar em vários sucessos de bilheteira como "Star Wars" (2002/2005), "O Senhor dos Anéis" (2001, 2002, 2003) e "O Hobbit" (2012/2014) .

Em 2001 recebeu a Ordem do Império Britânico e em 2009 recebeu o título de Cavaleiro Real.


                        
                                (Christopher Lee como Saruman em "O Senhor dos Anéis", foto: reprodução)


Apesar de se ter tornado famoso principalmente graças a Drácula, Lee disse numa entrevista ao “The Telegraph”, em 2011, que já não gostava de ser visto dessa forma.

“Não me descrevam como uma lenda de [filmes de] terror. Já passei essa fase”.


                       
                                      (Christopher Lee como "Drácula" Foto: Reprodução)


Aliás, o filme que mais gostou de fazer, confessou, foi “Jinnah”, onde interpretou o fundador do Paquistão.

“Foi sem dúvida o papel mais importante que alguma vez interpretei, pela responsabilidade que estava nos meus ombros”.


Além de “Drácula”, a “Criatura” de Frankenstein e "Saruman" ("Senhor dos Anéis"), Lee teve outros papéis memoráveis nos cerca de 200 filmes onde participou. Ficam, também, para a história o vilão Scaramanga, no filme da saga de James Bond “O Homem da Pistola Dourada” (1974), Lord Summerisle, em “The Wicker Man”(1973) e o "Conde Dooku", em "Star Wars: Revenge of the Sith" (2005).


                     
                             (Christopher Lee em "007: O Homem da Pistola Dourada", Foto: Reprodução)                                                  
Lee que tencionava trabalhar “até morrer” estava selecionado para entrar no filme “The 11th”, que começa a ser gravado em novembro e deverá estrear em 2016, onde iria contracenar com Uma Thurman.