A comédia húngara «Liza, A Fada-Raposa» venceu a secção oficial de Cinema Fantástico da 35.ª edição do Fantasporto, tendo também sido distinguida com o prémio de melhores efeitos especiais, anunciou este sábado a organização.

«Liza, A Fada-Raposa» é a primeira longa-metragem do realizador Károly Ujj Mészáros e conta a história de Liza, uma enfermeira em busca do amor que, por ciúme, se vê transformada numa «fada-raposa» (figura mitológica oriental), o que faz com todos os homens que por ela se apaixonam acabem por morrer.

De acordo com comunicado da organização, que anunciou que o próximo Fantasporto vai decorrer de 26 de fevereiro a 05 de março de 2016, o prémio especial do júri do Cinema Fantástico foi para «Wolfcop», de Lowell Dean, enquanto «Hungerford», de Drew Casson, recebeu uma menção especial e o prémio de Melhor Atriz pela interpretação de Georgia Bradley.

O prémio Cinema Português 2015 foi atribuído a «Renaissance», de Nuno Noivo e João Fanfas, tendo a Universidade Lusófona de Lisboa vencido o concurso Entre Escolas realizado no âmbito desse galardão.

A Melhor Realização na secção oficial de Cinema Fantástico foi dada a Romain Basset por «Horsehead», enquanto o prémio de Melhor Ator foi atribuído a Rupert Evans pelo seu trabalho em «The Canal», de Ivan Kavanagh.

O sulcoreano Jong-Ho Lee foi distinguido com Melhor Argumento por «Mourning Grave».

Já na Semana dos realizadores, o grande prémio foi para o germano-iraquiano «Memories on Stone» (que recebeu também o prémio de Melhor Argumento e uma menção especial da crítica), de Shawkat Amin Korki, que «narra as múltiplas e inesperadas dificuldades que dois irmãos curdos criados na Alemanha encontram ao fazer um filme, com o apoio da resistência curda, sobre um massacre ocorrido no Curdistão iraquiano no tempo de Saddam Hussein».

Ainda na Semana dos Realizadores, o prémio especial do júri foi para «El Rayo», de Ernesto de Nova, sobre «um imigrante marroquino em Espanha que tenta regressar ao seu país com um trator».

Na mesma secção, o prémio de Melhor Realizador foi para Shim Sung-Bo por «Haemoo», que abriu o festival e venceu ainda a secção Orient Express.