Julianne Moore diz que Berlusconi é um «idiota»

Actriz norte-americano criticou declarações homofóbicas do primeiro-ministro italiano

Por: Redação / ASM    |   3 de Novembro de 2010 às 14:10
A actriz norte-americana Julianne Moore classificou o comentário do primeiro-ministro italiano Sílvio Berlusconi sobre os gays como «idiota».

Julianne Moore encontrava-se na quinta edição do Festival de Cinema de Roma quando lhe foi perguntado o que pensava da declaração polémica de Berlusconi, na qual o governante afirmava ser «melhor gostar de raparigas bonitas do que ser gay» .

«É infeliz, arcaico e idiota», respondeu Moore, citada pela revista «Variety», poucos momentos antes de ser homenageada com o prémio Marc`Aurelio que a distinguiu como melhor actriz pelo papel de mãe lésbica em «Os Miúdos Estão Bem», filme que apresentou no festival de Roma.

A actriz considerou ainda «vergonhoso» que se continue a «perpetuar falsidades» que sugiram «que há algo de mal com a homossexualidade».

Esta é a segunda vez no espaço de um ano que a actriz apresenta um filme que aborda o tema da homossexualidade, tendo protagonizado, em 2009, no filme do estilista Tom Ford, «Um Homem Singular».
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Julianne Moore - Festival Internacional de Cinema de Roma (Fonte: Epa/ Claudio Onorati)
Julianne Moore - Festival Internacional de Cinema de Roma (Fonte: Epa/ Claudio Onorati)
COMENTÁRIOS

PUB
Governo grego diz que não procura «inimigos externos»

Fontes governamentais gregas salientaram que Tsipras, no seu discurso, apenas quis explicar com detalhe ao povo grego a «negociação dura de um Eurogrupo decisivo que acabou em acordo». Este domingo, os governos português e espanhol reagiram às declarações de Alexis Tsipras de que Portugal e Espanha formaram «eixo» anti-grego que tentou «derrubar o governo do Syriza» e fazer fracassar as negociações com o Eurogrupo sobre a dívida grega. Bruxelas já afirmou estar «a par do descontentamento» ibérico, mas prefere não fazer comentários