Pode parecer estranho para um ator que, aos 50 anos, é uma das maiores estrelas de Hollywood, protagonista de filmes que fazem milhões e milhões na bilheteiras, mas Johnny Depp já começou a pensar na reforma.

Em entrevista à BBC News, o norte-americano admitiu que o fim da sua carreira de ator «não está muito longe». Não será para já - até porque está agora a promover um novo filme, «O Mascarilha» -, mas Depp procura ter mais tempo para a sua vida pessoal e familiar.

«Não estou a dizer que vou deixar de ser ator a qualquer instante, mas tenho de admitir que, provavelmente, isso não está assim tão longe de acontecer», contou.

«Quando contabilizas a quantidade de diálogo que dizes por ano e chegas à conclusão que dizes mais palavras que estão escritas [num argumento] do que as tuas próprias palavras, começas a pensar que isso é uma loucura», acrescentou o ator.

Apesar de nunca ter recebido o galardão máximo do cinema, o Óscar (foi nomeado para três como Melhor Ator Principal), Johnny Depp protagonizou alguns dos mais marcantes filmes de Hollywood nas últimas décadas.

«Eduardo Mãos de Tesoura» (1990), «Delírio em Las Vegas» (1998), a saga «Piratas das Caraíbas» (2003, 2006, 2007 e 2011), «Charlie e a Fábrica de Chocolate» (2005), «Sweeney Todd - O Terrível Barbeiro de Fleet Street» e «Alice no País das Maravilhas» são algumas das películas em que Depp brilhou, interpretando, quase invariavelmente, personagens bem peculiares.

Tal vai voltar a acontecer neste novo «O Mascarilha», que chega a Portugal no próximo dia 8 de agosto. Johnny Depp não será a personagem principal que dá nome ao filme, mas os vários trailers e teasers divulgados mostram que o ator de 50 anos promete roubar o protagonismo a Armie Hammer (o Mascarilha) com a sua própria interpretação do misterioso índio Tonto.

Até ao momento, «O Mascarilha» já fez mais de 123 milhões de euros nas bilheteiras em todo o mundo.

Tonto não será, certamente, o último papel no cinema de Johnny Depp. O ator participará em, pelo menos, três novos filmes a lançar nos próximos dois anos - a ficção científica «Transcendence», o musical «Into The Woods», e o quinto capítulo da saga «Piratas das Caraíbas».