A realizadora belga Agnès Varda vai ser distinguida com a Palma de Ouro de carreira do Festival de Cinema de Cannes, que decorre este mês em França, tornando-se na primeira mulher a receber aquele galardão.

De acordo com informação disponibilizada na página oficial do certame na Internet, antes de Agnès Varda, apenas os realizadores Woody Allen, em 2002, Clint Eastwood, em 2009, e Bernardo Bertolucci, em 2011, receberam esta “suprema distinção” atribuída pela direção do festival.

O prémio distingue “realizadores de renome cujas obras atingiram um impacto global, mas que nunca venceram a Palma de Ouro”.