Os filmes «Mahjong», de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, e «Outro Homem Qualquer», de Luís Soares, foram premiados no 55º Festival Internacional de Cinema Documental e Curta-Metragem de Bilbau, em Espanha, escreve a agência Lusa.

O festival, que terminou no dia 22, atribuiu o prémio Mikeldi de Prata para Melhor Ficção à curta-metragem «Mahjong», de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, que cruza documentário e ficção, filme rodado na zona industrial de Varziela, Vila do Conde.

«Mahjong», que teve estreia comercial em outubro, já foi exibido em vários festivais internacionais, nomeadamente Locarno, Sevilha, Turim e Sarajevo.



Em Bilbau, o prémio de Melhor Filme de Animação foi atribuído a «Outro Homem Qualquer», de Luís Soares, curta-metragem sobre um homem de rotinas, que se senta todos os dias no mesmo café, a matar o tempo e a ver a vida a passar, do outro lado da montra.

«Outro Homem Qualquer» já foi distinguido nos Caminhos do Cinema Português e no Cinanima.



Foi ainda premiado, com o Mikeldi de Melhor Documentário, o filme «À Beira de Lisboa», produção suíça do realizador argentino Pablo Briones, rodada no estuário do Tejo.