George Clooney vai receber o prémio Cécil B. DeMille, atribuído pela Associação da Imprensa Estrangeira de Hollywood, pelo trabalho humanitário que tem desenvolvido, além da carreira no cinema, anunciou a organização.

De acordo com a AFP, o prémio, que distingue uma personalidade com um impacto substancial na indústria do entretenimento, vai ser entregue ao ator norte-americano a 11 de janeiro, na cerimónia dos Globos de Ouro, em Los Angeles.

George Clooney, de 53 anos, que vai casar-se em breve com a advogada britânico-libanesa Amal Alamuddin, foi nomeado 13 vezes e já venceu quatro Globos de Ouro, pelos papéis em «O Brother, Where Art Thou?», «Syriana», «Os Descendentes» e «Argo» (coprodutor). George Clooney já recebeu também dois Óscares, de Melhor Ator Secundário em «Syriana» e de Melhor Filme, enquanto coprodutor de «Argo>.

A associação da imprensa estrangeira de Hollywood decidiu distinguir ainda o trabalho humanitário do ator, sobretudo a denúncia do genocídio no Darfur. Clooney é cofundador da ONG Not on our Watch, que luta contra os genocídios no mundo. Em 2010, o ator coproduziu uma recolha televisiva de fundos que conseguiu 66 milhões de dólares para ajudar as vítimas do sismo no Haiti.

Os anteriores vencedores do prémio Cécil B. DeMille incluem Woody Allen, Jodie Foster, Steven Spielberg, Anthony Hopkins, Michael Douglas, Morgan Freeman ou Robert De Niro.