Arlene Martel, a atriz que ficou conhecida por ter entrado na série «Star Trek», morreu, esta quinta-feira, com 78 anos. A notícia foi confirmada pelo filho Jod Kaftan, editor do jornal norte-americano «Los Angeles Times».



Kaftan explicou que a mãe sofreu complicações graves depois de um ataque cardíaco, que acabaram por levar à morte da atriz, no hospital St. John, em Santa Monica, Estados Unidos.

Em «Star Trek», Martel encarnou a noiva de Mr. Spock, uma personagem que, devido à popularidade da série de ficção científica, ficou na memória de milhares de pessoas, em todo o mundo.

A atriz também fez parte do elenco de outras séries de televisão como «Twilight Zone», «Casei Com Uma Feiticeira» ou «Hogan¿s Heroes». No cinema, deu cartas em filmes como «Hong Kong», «The Glass Cage» e «Angels From Hell».

Segundo a própria, a atriz esteve numa relação com James Dean.

No filme realizado por Robert Altman sobre a vida do ator, «The James Dean Story», Martel revelou que os dois estiveram juntos durante vários anos.

Natural de Nova Iorque, a atriz estudou na Escola de Artes Performativas da cidade e apareceu na comédia musical da Broadway «Uncle Willie», em 1956.

Foi casada por três vezes, incluindo com os atores Boyd Holister e Jerry Douglas. Deixa três filhos e dois netos.