Várias centenas de voos foram esta sexta-feira cancelados nos dois principais aeroportos de Chicago, entre os quais o segundo mais importante dos EUA, devido a um incêndio em instalações com aparelhagem de radar.

O incidente teve repercussões no conjunto do espaço aéreo do país: 500 voos cancelados e 400 sofreram atrasos.

Um centro de telecomunicações, situado em Aurora, nos arredores de Chicago, «foi evacuado por causa de um incêndio no subsolo da sala de telecomunicações, que foi detetado pouco antes das 06 horas» (12:00 em Lisboa), afirmou a agência federal de aviação norte-americana (FAA, na sigla em Inglês), em comunicado emitido ao fim da manhã.