O Presidente da República, Cavaco Silva, afirmou esta sexta-feira que indicadores da economia portuguesa recentemente divulgados são um fator de confiança e de algum conforto «face ao negativismo que diariamente se difunde na comunicação social e nos discursos».

No discurso que Cavaco Silva proferiu em Guimarães, no âmbito da homenagem à indústria do calçado feita na terceira jornada para uma Economia Dinâmica, Cavaco Silva afirmou que «o sucesso da indústria do calçado é um fator de confiança no futuro do país a que se juntam outros indicadores positivos recentemente divulgados», como é o caso do «crescimento da produção em 1% hoje revelado pelo Instituto Nacional da Estatística», o aumento do emprego e um índice de prosperidade divulgado por um think tank inglês.

«Face ao negativismo que diariamente se difunde na comunicação social e nos discursos não deixa de nos trazer algum conforto sabermos que apenas 26 países do mundo são mais prósperos do que Portugal, num mundo que tem mais de 190 países», considerou.

O ministro da Economia, António Pires de Lima, considerou esta sexta-feira que o modelo de crescimento da economia portuguesa é «saudável» porque está assente na confiança e numa balança comercial positiva.