Qual é o seu poder?

É presidente do Lloyds Bank, o maior banco de retalho britânico. Desde 2011, recuperou a instituição, então alvo de resgate. Na primeira metade deste ano, o Lloyds duplicou lucros para mais de 2 mil milhões de euros.

É rico?

O seu maior património é a remuneração do seu trabalho. É pago a peso de ouro. Ganha entre 16 a 17 milhões de euros anuais.

Que tipo de influência?

Sempre atento à realidade portuguesa, o banqueiro de carreira fulgurante é também um dos mais influentes da city londrina.

A sua influência é duradoura?

O banqueiro português mais internacional está para durar na presidência do Lloyds