Qual é o seu poder?

É um dos grandes banqueiros portugueses, presidente do BPI desde 2004

É rico?

Sim. Recuperou o salário milionário depois de o BPI ter pago a ajuda estatal solicitada na altura da troika.

Que tipo de influência?

É uma personalidade com indubitável influência política, empresarial e mediática. Filho de boas famílias, frequentou o curso de Gestão de Empresas do Instituto Superior de Economia de Lisboa.

É o mais atrevido nas ideias e na linguagem frontal e defensor da austeridade da troika e de Passos Coelho. Mas, por outro lado, ainda a geringonça do PS estava a formar-se e foi o primeiro a dar apoio claro a António Costa para encabeçar o Governo.

A sua influência é duradoura?

Está na banca há muitos anos e lidera uma das principais instituições financeiras há 12 anos. Com 64 anos e mandato no BPI até 2017, tudo indica que deverá continuar à frente do banco com o apoio do principal acionista, o CaixaBank, apesar da oposição da segunda maior acionista, Isabel dos Santos.

A TVI e a TVI24 elegeram os 30 portugueses mais poderosos e divulgam a lista, nome a nome, a cada dia do mês de agosto.  

Esta eleição é da exclusiva responsabilidade da Direção de Informação da TVI e da TVI24.