Qual é o seu poder?

Tem o poder de confirmar judicialmente a decisão do Ministério Público. É quem decide se um arguido vai ou não a julgamento.

E tem em mãos o poder de ordenar buscas e escutas telefónicas a altas figuras do Estado, políticos e banqueiros.

É rico?

Recebe o salário de um juiz de primeira instância. Às funções no Tribunal Central de Instrução Criminal, onde é efetivo, soma ainda turnos no Tribunal de Instrução Criminal.

Que tipo de influência?

Tem uma influência que o coloca na história da magistratura como o juiz que já prendeu um diretor de uma polícia, antigos ministros e um ex-primeiro ministro.

A sua influência é duradoura?

Insiste em manter o cargo. A antiguidade na magistratura há muito que lhe permite a promoção a juiz desembargador no Tribunal da Relação. Uma promoção que Carlos Alexandre insiste em adiar.

A TVI e a TVI24 elegeram os 30 portugueses mais poderosos e divulgam a lista, nome a nome, a cada dia do mês de agosto.  

Esta eleição é da exclusiva responsabilidade da Direção de Informação da TVI e da TVI24.