Desde domingo que o desaparecimento dos Radiohead da Internet deixou os fãs intrigados. Apagaram os posts todos do Facebook, do Twitter e do Instagram e até o site da banda ficou em branco. O porquê do desaparecimento foi agora revelado: está aí a nova música, Burn The Witch.

O desaparecimento foi sendo "quebrado" através de mensagens que os fãs receberam pelo correio e de pequenos vídeos divulgados no Instagram. 

O novo single parece significar o regresso dos Radiohead que, desde 2011, não lançava um novo álbum. Citado pelo The Guardian, o agente do grupo, Brian Message, disse em abril que o novo álbum dos Radiohead deveria sair em junho, uma data não confirmada pela banda, que se mantém em silêncio.

A cada novo álbum - pelo menos os mais recentes -, os Radiohead têm alterado o método de edição, aproveitando os diferentes canais de divulgação da Internet e do mercado da música em digital.

Depois de terem terminado a ligação contratual com a EMI, através da qual editaram seis álbuns - de “Pablo Honey” (1993) a “Hail to the thief” (2003) -, os Radiohead tomaram o pulso à edição do que gravavam, praticamente sem intermediários entre músicos e fãs.

Em 2007 lançaram o álbum In Rainbows diretamente na Internet, convidando o público a pagar o que quisessem pelo descarregamento do disco. Em 2011, o álbum The King of Limbs também só esteve inicialmente acessível através de uma página criada pelo grupo e só meses depois é que chegou às lojas.

Os Radiohead atuam em Portugal, no NOS Alive, no dia 8 de julho.