O presidente francês François Hollande anunciou este domingo a realização de uma cimeira sobre a segurança na Nigéria com dirigentes africanos, provavelmente no próximo sábado, em Paris.

«Propus ao presidente nigeriano Goodluck Jonathan uma reunião entre os países limítrofes da Nigéria», disse Hollande durante uma conferência de imprensa na capital do Azerbeijão, onde se encontra a realizar uma visita oficial.

«Teremos como temas as questões de segurança mas sobretudo o grupo islâmico armado Boko Haram», acrescentou, referindo-se ao rapto das 200 raparigas na Nigéria.

Hollande disse ainda que a reunião, caso a Nigéria concorde, pode realizar-se no próximo sábado.

Israel oferece ajuda à Nigéria

O primeiro ministro israelita, Benjamin Netanyahu, ofereceu a ajuda do seu país à Nigéria para tentar encontrar as mais de 200 adolescentes raptadas em meados de abril pelo grupo islamista Boko Haram.

De acordo com um comunicado emitido pelo gabinete de Netanyahu, que está em visita oficial ao Japão, a proposta foi feita durante uma conversa telefónica com o presidente nigeriano Goodluck Jonathan.

«Israel exprime a sua consternação face a um crime contra estes adolescentes», declarou Netanyahu.