Presidente da República

Esta semana o indicador da opinião nas redes sociais ISCTE-IUL mostra Marcelo Rebelo de Sousa estável. O Presidente é, novamente, o político português com menos sentimentos negativos gerados nas redes sociais, mantendo uma constância nos registos positivos e uma enorme aceitação do seu papel institucional de árbitro - visível na neutralidade de sentimentos gerados (69%). No entanto, os seus valores não são constantes, registando esta semana um ligeiro aumento de sentimentos negativos (3%), porventura associados à sua posição face ao sigilo bancário.

 

Primeiro Ministro e Líder da Oposição

O destaque vai para o lento regresso à normalidade por parte da avaliação de Pedro Passos Coelho nas redes sociais. Depois de uma semana em que registou sentimentos negativos recorde, associados à apresentação do livro de António José Saraiva, o Líder da Oposição consegue diminuir em 13 pontos os sentimentos negativos e duplicar os positivos para 11%. No entanto, continua a não se registar uma tendência de aumento de opiniões positivas sobre a sua atuação.

 

Quanto a António Costa, parece conseguir manter-se firme na sua posição, apesar da turbulência de uma semana cheia de discussões sobre orçamentos de Estado, o cumprir de metas de défices e a legislação sobre o sigilo bancário. O Primeiro Ministro mantém a tendência de ultrapassagem dos sentimentos positivos pelo somatório de sentimentos negativos e neutros nas redes sociais. No entanto, consegue um ligeiro crescimento de 3% nos sentimentos positivos – mantendo uma menor rejeição do que o Líder da Oposição (42% vs. 69%) e mais do dobro da aprovação (27% vs. 11%).

Personalidades da Semana – António Guterres e Durão Barroso

Ao ler as notícias sobre os dois ex-primeiros ministros poderíamos esperar encontrar nas redes sociais resultados opostos ao analisar as opiniões sobre António Guterres e Durão Barroso.

 

António Guterres foi tema devido à candidatura a Secretário Geral das Nações Unidas, tanto pelos resultados nas votações como por surgir de uma candidata de última hora – a búlgara Kristalina Georgieva. Por sua vez, Durão Barroso viu o caso Goldman Sachs ter novas revelações e a atenção virou-se para as declarações de defesa do próprio sobre não ter deixado a União Europeia para se juntar a um cartel da droga, mas sim a um banco.

Nas redes sociais predominaram os sentimentos negativos (86%) face a Durão Barroso, mas no que diz respeito a António Guterres não existe um valor similar de opiniões positivas. António Guterres gera muitas opiniões neutras (62%) mas empata na capacidade de gerar comentários positivos e negativos (19%).

Relevante é, também, o facto de termos alargado a nossa análise nas redes sociais a comentários em cinco línguas (inglês, espanhol, francês, italiano e português) o que permite retirar algumas conclusões adicionais. 

Durão Barroso apenas consegue sentimentos de apoio através do seu argumento “um banco não é um cartel de droga”. Para além deste argumento predominam as críticas assentes no mau trabalho feito na UE e, agora, continuado com um péssimo contributo para a imagem da política perante os cidadãos com a ida para a Goldman Sachs. As críticas ao ex-Presidente da Comissão Europeia são feitas em todas as línguas, mas com especial predominância do francês e do português.

Quanto ao candidato a Secretário Geral da ONU, António Guterres, gera sentimentos positivos em português, francês e inglês mas vê múltiplos ataques geradores de sentimentos negativos centrados ou no seu trabalho como Primeiro Ministro em Portugal (português) ou na sua gestão financeira do ACNUR (inglês). 

Guterres não ganhará facilmente a nomeação nas redes sociais, mas tem espaço para aumentar os sentimentos positivos, se conseguir, nas votações e nas redes sociais, contrariar o apoio inglês e alemão a Kristalina Georgieva e potenciar os apoios franceses e chinês, sem afugentar nem americanos, nem russos.

Gráfico:

 

Ficha técnica:

Neste trabalho foi seguida a metodologia proposta pelo Pew Research na análise de enquadramentos de discussão nas redes sociais através da plataforma de codificação da Crimson-Hexagon. Foram consideradas as redes Twitter, Facebook, Tumblr, Google+ e Blogues. A análise do sentimento considera as categorias ‘positivo’, ‘negativo’, ‘neutro’ ou ‘fora de âmbito’. Informação detalhada sobre o algoritmo pode ser consultada aqui [LINK: http://gking.harvard.edu/files/abs/words-abs.shtml]