As fábricas automóveis da Mitsubishi, em Abrantes, e da PSA Citroen, em Mangualde, voltam esta segunda-feira a suspender a actividade produtiva, uma paralisação que se prolonga até sexta-feira.

A Mitsubishi tem ainda novas paralisações agendadas para os dias 13, 26, 30 e 31 deste mês, o que totaliza 18 dias de suspensão da actividade ao longo do primeiro trimestre deste ano, diz a Lusa.

Depois das paragens laborais de 20 dias em Janeiro e Fevereiro, a PSA Citroen, em Mangualde, volta a suspender a produção também durante toda a semana.

A crise económica global é a justificação das empresas para a suspensão temporária da actividade e dos trabalhadores, uma vez que o volume de encomendas tem caído muito.