Incêndios

AO MINUTO: fogos de Pedrógão Grande e Góis encontram-se dominados mas não extintos
22 Junho 2017

23:00
VÍDEO

Incêndio destruiu serração que empregava 40 pessoas

Jornal das 8 da TVI esteve num local que foi varrido pelo fogo no sábado

22 jun, 23:00
22:57
VÍDEO

Ainda falta contar muitos prejuízos do incêndio

20 casas destruídas e 100 empregos perdidos em apenas metade do território de Pedrógão
 

22 jun, 22:57
22:37

Reforma da floresta não é "varinha mágica"

O secretário-geral comunista Jerónimo de Sousa afirmou-se contra "mais estudos, inquéritos e legislação avulsa" sobre floresta e fogos, classificando como "um logro" considerar-se que a "chamada Reforma da Floresta é a varinha mágica" para resolver problemas.

 

"É uma ilusão, é mesmo um logro, afirmar que a aprovação da chamada Reforma da Floresta é a varinha mágica para tapar o essencial: a falta de investimento, as políticas de restrição orçamental, o desmantelamento das estruturas e serviços do Ministério da Agricultura, a desvalorização do preço da madeira. Só atacando a fundo as vulnerabilidades estruturais se encontrará a resposta que, como temos afirmado, a Reforma da Floresta não dá", disse.

 

Para o líder comunista, "o que tem faltado é a concretização de políticas que assegurem a defesa da floresta e que acabem com a sua subordinação da sua gestão aos interesses económicos" e "os investimentos para o seu ordenamento, preservação e defesa", pois "os problemas da floresta não são explicáveis por desleixo dos habitantes, mas sim por décadas de abandono, desertificação e despovoamento".

 

"Muito se tem falado e muito se continuará a falar sobre a tragédia a que o País assistiu nestes últimos dias com os fogos florestais. Se muito do que temos insistido ao longo de anos, sem ser ouvidos, fosse tido em conta, provavelmente a dimensão da catástrofe tivesse sido evitada. Não é de mais estudos, mais inquéritos e mais legislação avulsa de recomendaçãaos resoluções que o país precisa", defendeu.

22:24
VÍDEO

Governo prepara novas sanções para incendiários

Uma delas é a permanência em casa com pulseira eletrónica durante o Verão 

22 jun, 22:24
22:20
VÍDEO

O padre que perdeu 30 paroquianos no incêndio

Júlio Santos é padre em Pedrógão Grande há 12 anos e é o pároco das aldeias mais afetadas com este incêndio, como Nodeirinho e Pobrais. O fogo levou-lhe 30 paroquianos, mas o padre Júlio continua a celebrar missa todos os dias, à mesma hora, e tem consciência que os próximos tempos nao vão ser fáceis na paróquia.

22 jun, 22:13
22:20
VÍDEO

"Os bombeiros salvaram civis, abraçando-se uns aos outros e mantendo as pessoas no meio"

João Oliveira é médico e faz parte dos corpos sociais dos bombeiros de Castanheira de Pera, conta como, mesmo feridos, os colegas conseguiram salvar outras pessoas. Neste grupo de bombeiros heróis a que se refere, estava o bombeiro Gonçalo Conceição, que na quarta-feira, foi sepultado. 

22 jun, 21:24
22:19
VÍDEO

Médicos do Mundo coordenam voluntariado em Castanheira de Pera

Ana Paula Neves, vice-presidente da Câmara de Castanheira de Pera, revela que dezenas de técnicos, de várias áreas, para trabalhar nos próximos dias na região. 

22 jun, 22:18
22:19
VÍDEO

"Por favor, não lhe chamem estrada da morte"

Ana Paula Neves, vice-presidente da Câmara de Castanheira de Pera deixa apelo à comunicação social: "Antes, nunca a trataram por estrada do paraíso, pois não?"

22 jun, 22:05
22:14
VÍDEO

O padre que perdeu 30 paroquianos no incêndio

Júlio Santos é padre em Pedrógão Grande há 12 anos e é o pároco das aldeias mais afetadas com este incêndio, como Nodeirinho e Pobrais. O fogo levou-lhe 30 paroquianos, mas o padre Júlio continua a celebrar missa todos os dias, à mesma hora, e tem consciência que os próximos tempos nao vão ser fáceis na paróquia.

22 jun, 22:13
21:34

Câmara de Pampilhosa da Serra apela ao apoio financeiro aos bombeiros locais

 A Câmara Municipal de Pampilhosa da Serra apelou, esta quinta-feira, a que se apoie monetariamente os bombeiros voluntários locais, para atenuar os estragos provocados pelos incêndios que lavram na zona Centro de Portugal desde sábado.

Ao longo deste flagelo, os nossos Bombeiros Voluntários foram sofrendo alguns infortúnios, nomeadamente no que diz respeito à danificação de viaturas e outros equipamentos. Assim, apelamos a que dentro das possibilidades de cada um, façam o vosso donativo para o seguinte IBAN: PT50-0045 4118 4024 5896 5622 0, na tentativa de atenuar os estragos provocados pelo desastre”, lê-se numa mensagem publicada hoje na página da autarquia na rede social Facebook.

No texto, a autarquia manifesta “o mais sincero e profundo pesar, para com as famílias das vítimas da recente catástrofe” que afetou aquele concelho, mas também “concelhos próximos”, e agradece “a constante solidariedade demonstrada por todos os que direta ou indiretamente ajudaram a combater o flagelo das chamas” em Pampilhosa da Serra.

Além de um “agradecimento especial aos heróis, guerreiros e outros elevados adjetivos”, os bombeiros, a autarquia destaca “a forma como inúmeras pessoas fizeram chegar ao quartel bens alimentares que tanto ajudaram os Bombeiros na sua árdua tarefa”.

21:26
VÍDEO

TVI junta-se a concerto solidário pelas vítimas

"Juntos por todos", terça-feira à noite, vai juntar 25 artistas

22 jun, 21:25
21:18
VÍDEO

"Estrada da morte" já está a ser reconstruída

Na EN 236-1 perderam a vida 47 pessoas. Estrada está a ser repavimentada nos pontos onde ficaram carros queimados

22 jun, 21:18
20:52

Autarca critica retirada do posto de comando de Pedrógão Grande

"Foi retirado o posto de comando de Pedrógão [Grande]. Depois nem o levaram para Figueiró [dos Vinhos] nem para Castanheira [Pera]. Levaram precisamente para Ansião, a 40 quilómetros daqui o que é horrível", afirmou Valdemar Alves à agência Lusa, acrescentando que não lhe foi dada qualquer justificação e que a única coisa que ouviu dizer foi que o posto do comando iria para junto do mercado.

20:51

Góis: desmobilização de 30 a 40% do efetivo ainda hoje à noite

Em declarações aos jornalistas, o comandante operacional Pedro Nunes disse que não existem situações de reacendimento, nem frentes de fogo, o que permitirá a desmobilização de 30 a 40% do efetivo.

No terreno, ainda de acordo com o mesmo responsável, ficaram 500 operacionais, 150 viaturas e duas máquinas de arrasto. A desmobilização começará em princípio por volta das 22:00 e será feita tendo em conta a distância geográfica das corporações relativamente ao concelho de Góis.

20:36
VÍDEO

"180 bombeiros nas primeiras duas horas é um valor razoável"

Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, afirmou que quando foi dado o alerta o número de bombeiros enviado para o local era o adequado

22 jun, 20:30
20:36
VÍDEO

Familiares e amigos despedem-se de criança e tio que morreram em Pedrógão

Funerais de Rodrigo e Sidel Belchior decorreram esta quinta-feira à tarde

22 jun, 20:34
20:29

Góis e Pampilhosa da Serra estão "obviamente" abrangidos por apoios do Estado

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, afirmou hoje, em declarações à Lusa, que estes dois municípios “obviamente estão abrangidos pelos apoios do Estado à reconstrução dos seus territórios depois dos fogos”.

“É um fundo para um fim específico, num contexto específico que ocorreu naquele incêndio de Pedrógão Grande”, referiu o ministro, acrescentando tratar-se de “um dos vários apoios que vão estar no terreno” e que “vários desses apoios vão estar, obviamente, acessíveis aos municípios de Góis e da Pampilhosa da Serra”.

Pedro Marques disse ainda já ter “esclarecido, de forma clara”, os dois presidentes de câmara sobre este assunto.

20:16
VÍDEO

Incêndios: "Não se pode arredar a necessidade de investigação"

Joana Marques Vidal referiu que se trata de um "procedimento normal quando há vítimas mortais"

22 jun, 19:33
20:07
VÍDEO

Voltar a casa para ver o que o fogo levou

Aldeia Velha foi uma das localidades ameaçadas pelo fogo. Habitantes lutaram lado a lado com os bombeiros. Aldeia chora a morte de três vítimas e do bombeiro Gonçalo que os tentou salvar 

22 jun, 20:07
19:54
11 FOTOS

O regresso a uma casa que o fogo quase engoliu

Adelino e Florinda regressam a casa, na Aldeia de Marinha (freguesia da Graça), depois de quatro dias em que estiveram realojados na Santa Casa da Misericórdia de Pedrogão Grande, por causa do grande incêndio de que provocou 64 mortos e mais de 200 feridos, em Pedrogão Grande.