Trump e Kim Jong-Un têm encontro marcado para maio

Andreia Miranda

VIDEO: "Kim prometeu que a Coreia do Norte não vai realizar mais testes nucleares"

Convite de Kim Jong-Un chegou através de uma delegação da Coreia do Sul que, esta quinta-feira, se encontrou com o presidente dos EUA

Kim Jong-un convidou Donald Trump para um encontro e o presidente dos EUA aceitou. Segundo a Reuters, que cita fontes da Segurança Nacional da Coreia do Sul, o encontro entre os dois líderes acontecerá em maio.

O convite de Kim Jong-Un chegou através de uma delegação da Coreia do Sul que, esta quinta-feira, entregou na Casa Branca uma carta, escrita à mão, do líder norte-coreano para Donald Trump. 

PUB

"O presidente Trump disse que se vai encontrar com Kim Jong-Un em maio", afirmou Chung Eui-yong, diretor da Segurança Nacional da Coreia do Sul, aos jornalistas na Casa Branca, após o encontro da delegação sul-coreana.

O anúncio de que o convite tinha sido feito trazia ainda outra notícia: a de que Kim Jong-Un se disponibilizou para suspender os testes nucleares.

"Kim Jong-Un prometeu que a Coreia do Norte vai suspender os testes nucleares ou de mísseis", afirmou Chung Eui-yong, diretor da Segurança Nacional da Coreia do Sul, aos jornalistas na Casa Branca.

Por sua vez, a Casa Branca informou que o encontro entre o presidente norte-americano e o líder norte-coreano vai ocorrer "em local e data a ser determinado".

A assessora de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, divulgou um comunicado, acrescentando que Trump "apreciou muito as palavras gentis da delegação sul-coreana" e do presidente Moon Jae-in.

Segundo o comunicado, os norte-americanos "desejam a desnuclearização da Coreia do Norte", mas que entretanto continuam em vigor as sanções contra a Coreia do Norte.

PUB

MAIS LIDAS
ÚLTIMAS