O Reino Unido vai transformar milhares de toneladas de fraldas descartáveis usadas em vários produtos como telhas e capacetes para ciclistas. O metano recuperado a partir das fraldas também vai ser aproveitado e vai ser transformado em gás.

A primeira fábrica vai abrir em meados de 2010 em Birmingham e prevê-se a abertura de mais três, em 2014, em Manchester, Liverpool e Londres, noticia a BBC.

A operadora canadiana Knowaste, responsável pela iniciativa, anuncia que o investimento para a fábrica de Birmingham custará 17 milhões de dólares americanos.

Prevê-se que por ano sejam recicladas um total de 800 mil toneladas de fraldas, valor que vai parar anualmente aos aterros sanitários do Reino Unido e que pode demorar até 500 anos a decompor.

A Knowaste afirma que em cada tonelada podem ser extraídos 400 quilos de celulose e 145 metros cúbicos de gás.

Quanto à segurança dos produtos produzidos a partir das fraldas, não há qualquer risco na sua utilização, adiantou a Knowaste. Antes de entrarem na fábrica, as fraldas são retalhadas e lavadas e posteriormente transformadas numa pasta que é tratada quimicamente.