O ministro da Economia adiou, indefinidamente, a audição que tinha agendada para amanhã às 10 horas no Parlamento. Um adiamento que surge numa altura em que a comunicação social tem dada como certa a sua substituição por Pires de Lima na pasta da Economia.

A informação está a ser avançada pelo «Diário Económico», que cita fonte governamental.

Para amanhã está também prevista a audição de Paulo Portas, ainda como ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, mas até ao momento não há qualquer indicação de cancelamento.

Desde sábado que se sabe que Portas deixará a pasta e assumirá o cargo de vice-primeiro-ministro. No entanto, a audição é um pedido potestativo do PCP, que quer ouvir o MNE sobre o incidente com o voo do presidente da Bolívia, Evo Morales, impedido de aterrar em Portugal na semana passada.