A Comissão Europeia estima que a crise financeira e económica terá um impacto forte nos mercados agrícolas europeus a curto prazo, embora acredite que a retoma se produzirá a médio prazo.

O executivo comunitário publicou esta terça-feira as suas previsões económicas para os mercados agrícolas europeus para o período 2008-2015, dominadas pela actual crise, que Bruxelas admite que terá reflexos «bastante pesados» na agricultura europeia, ainda que considere que o sector agrícola «geralmente tem mais capacidade de rápida recuperação» que outros sectores, diz a Lusa.

A Comissão estima que, no curto prazo, a crise afecte particularmente o sector do leite, levando mesmo a uma ligeira contracção da produção europeia.

Ressalvando que as projecções a médio e longo prazo estão marcadas pelas incertezas, o executivo comunitário acredita que, num cenário de retoma gradual do PIB no médio prazo, a agricultura europeia conseguirá também recuperar gradualmente a médio prazo, graças a factores estruturais como um aumento da procura alimentar global e o desenvolvimento do sector dos biocombustíveis.