Donny Grigsby foi ao dentista para extrair quarto dentes, mas saiu do consultório sem nenhum dente na boca.

O homem de Indiana, nos Estados Unidos, foi colocado em coma induzido e levado para o hospital de ambulância.

Donny Grigsby sente-se “envergonhado” e disse ter acordado “assustado” e “desdentado”.

A mulher não se conforma. “Estes dentistas têm de ser travados”, disse, segundo a WRTV. Amanda Grigsby adiantou que o consultório justificou este tratamento com o “receio de que a infeção se alastrasse”.

A família acrescentou que está a pensar processar a clínica e o médico dentista por negligência médica.

A clínica White River Dental emitiu, por seu turno, um comunicado na segunda-feira, revelando que não se pode pronunciar sobre o historial clínico de um doente sem a sua autorização.