Um jovem britânico, de 21 anos, desistiu do curso de Gestão de Empresas que frequentava na Universidade de Buckingham para se dedicar a investimentos na bolsa de valores, e atualmente consegue ganhos na ordem dos 40 mil euros, num "mau mês".

Elijah Oyefeso entrou para o ensino superior aos 18 anos, mas cedo decidiu que o dinheiro do empréstimo pedido ao banco para pagar as propinas poderia ter outro fim. Tornou-se um corretor da bolsa autodidata e ao fim de nove meses teve os primeiros resultados. Acabou por desistir do curso, e hoje, num mau mês, ganha entre 20 a 30 mil libras (entre 27 mil e 40 mil euros), num bom, 80 mil (aproximadamente 108 mil euros).

O jovem contou, ao Daily Mail, que só trabalha uma hora por dia para poder ter um rendimento que permita o seu estilo de vida "extravagante".

Aos 18 anos comprou o seu primeiro Mercedes, hoje já tem uma frota de carros de luxo. A última aquisição foi um Mercedes GTS, no valor de 170 mil euros.

 


Elijah, que morava num bairro do sul de Londres, mudou de zona de residência porque já não aguentava a inveja dos ex-amigos. Chama-lhes assim porque quebrou relações com todos os amigos que tinha anteriormente.

Agora, mora num apartamento com uma renda elevada (aproximadamente 6 mil euros por mês) num bairro nobre de Londres.

Ainda segundo o Daily Mail, o jovem está agora a preparar uma surpresa para a mãe, que veio do oeste de África com apenas 100 libras no bolso à procura de uma vida melhor: a construção de uma casa no continente africano com cinco quartos.

Elijah criou, entretanto a sua própria empresa, a DCT Training Group, que ensina outras pessoas a investir na bolsa.