Prostitutas em Taiwan estão a comprar bolas de sangue, em clínicas clandestinas, para poderem fingir que são virgens e poderem cobrar mais caro aos clientes, avançou esta quinta-feira o portal G1.

O esquema consiste em embeber bolas de algodão em sangue que depois são congeladas e guardadas para utilizar na hora pretendida.

As bolas quando introduzidas na vagina simulam o romper do hímen e a «perda de virgindade».

O esquema faz com que as prostitutas cobrem mais caro aos seus clientes podendo uma relação sexual deste género chegar aos 1020 dólares (cerca de 740 euros).

Este vídeo da imprensa local mostra um homem de uma das clínicas a preparar o «engenho».