Um gato com «historial de violência» forçou uma família em Portland, Oregon, a barricar-se dentro de um quarto da sua casa para se defender do felino.

Tudo começou quando o gato, um Himalaia de 22 quilos, chamado Lux, estava a arranhar o bebé de sete meses, Jesse, obrigando o pai, Lee Palmer a distanciar o animal com um pontapé.

A reação de Lux, não se fez esperar, e com o seu mau feitio fez a família fechar-se num dos quartos e telefonar para a 112.

«Ele está a tentar atacar-nos, ele é muito, muito, muito hostil», afirmou o pai ao telefone, enquanto em segundo plano se ouvia o gato a ronronar.

«O operador ficou sempre em contato para garantir a segurança da família, incluindo a do cão, que se manteve no quarto», explicou um comunicado de imprensa emitido pela Polícia de Portland.

Lux ainda tentou fugir às autoridades, mas os agentes conseguiram mesmo capturar o felino e coloca-lo dentro de uma caixa.

«O gato permanece atrás das grades sob a custódia da família», afirmou o Departamento de Polícia de Portland.