Imagine viajar num avião completamente vazio, todo para si. Foi quase o que aconteceu a Chris O’Leary quando embarcou num voo da Delta Airlines com destino a Nova Iorque e o encontrou deserto. Sem crianças a correr ou dezenas de passageiros à procura de lugar.

O insólito ocorreu quando o voo em que embarcou, em Cleveland, sofreu um forte atraso e os passageiros acabaram por ser reintegrados num outro voo.

Chris O’Learly, o passageiro, teve direito a uma comissária de bordo que lhe tirou fotografias e as publicou no Twitter. Nas imagens são visíveis as inúmeras filas de lugares vazios.
 
O avião, que partiu de Cleveland com destino a Nova Iorque, e que viaja normalmente com 76 pessoas, atrasou-se seis horas. Segundo a CNN, a situação foi causada pelo mau tempo. A companhia explicou que decidiu não cancelar o voo porque o avião teria mais tarde que realizar outros voos a partir de Nova Iorque.
 
Mas apesar do que Chris O’Learly inicialmente pensou, ele não era o único a bordo. Quando o avião estava prestes a descolar um outro passageiro entrou mas, de acordo com o que O’Learly disse à ABC News, não puderam fazer companhia um ao outro visto que o último a embarcar dormiu grande parte da viagem.
 
Chris O’Learly, editor do site «beer-lovers», não irá esquecer o voo num jato semi-privado.
 
«Foi definitivamente o voo mais memorável»
 
«Não houve bebés a chorar, ninguém ouviu música alto, nem se inclinou nos lugares e ninguém tirou os sapatos»