Um gato foi submetido a uma delicada cirurgia no Hospital Veterinário da Universidade de Massey, na Nova Zelândia, para remover uma flecha que lhe ficou espetada na cabeça. O animal sobreviveu depois de a flecha lhe ter entrado pelo olho esquerdo e ter saído no crânio, atrás da orelha.

O caso de Moo Moo, assim se chama o gato, chegou ao Hospital na terça-feira. Foi de imediato operado e recupera agora da operação. Os veterinários já afirmaram que o animal é «extraordinariamente sortudo».

Ainda não se sabe como a flecha foi parar à cabeça do animal. A dona diz que o encontrou assim na segunda-feira à tarde, escondido no meio de arbustos, de onde não queria sair. Chocada, chamou a polícia, que está a investigar o caso.

A mulher levou o gato a uma clínica veterinária, onde lhe disseram nunca terem visto nada assim. Foi a própria clínica que contactou o Hospital Veterinário da Universidade de Massey.