crença em Deus





 "As pessoas recorrem frequentemente a uma ideologia/crença quando são confrontadas com problemas", disse Keise Izuma, do Departamento de Psicologia da Universidade de York.

"Queríamos descobrir se uma região do cérebro que está relacionada com a solução de problemas concretos, como decidir como mover o corpo para superar um obstáculo, também está envolvida na resolução de problemas abstratos abordados pela religião."


 "Nós decidimos lembrar as pessoas da morte porque os estudos anteriores mostraram que as pessoas se voltam para a religião para encontrarem conforto sobre o encontro com a mesma. Como esperado, descobrimos que, quando experimentamos desligar o córtex frontal medial posterior, as pessoas demonstraram menos tendência para procurar o conforto da religião, apesar de terem sido lembradas sobre a morte”. afirmou Izuma.



"No entanto, são necessárias mais pesquisas para entender exatamente como e porque as crenças religiosas e as atitudes etnocêntricas conseguiram reduzidas através desta experiência."


Social Cognitive and Affective Neuroscience