Um estudante norte-americano a estudar na Alemanha ficou preso numa escultura em mármore de uma vagina e só conseguiu sair de lá com a ajuda de bombeiros, escreve o jornal espanhol «El Mundo».

Segundo o mesmo jornal, as equipas de salvamento tiveram que subir o aluno numa maca, para que ele conseguisse libertar as pernas que estavam presas na escultura.

O incidente aconteceu a semana passada, num parque em frente ao Instituto de Microbiologia e Virologia da Universidade Clínica de Tübingen. A escultura de Fernando de La Jara está há 13 anos naquele parque e nunca nada semelhante tinha acontecido.

A obra, feita em mármore rosa, em forma de vulva, é designada por «Pi Chacan», que significa «Fazer amor», simboliza «a abertura para o Mundo».

De acordo com a estação de rádio regional SWR, o estudante não ficou ferido, mas os danos causados na escultura rondam os 120.000 euros.